Posts com Tag ‘Kinect’

A versão Xbox 360 de FIFA 13 vai incluir compatibilidade com o Kinect. Mas como isso vai funcionar? Para sanar esta dúvida, a Electronic Arts divulgou um vídeo onde é demonstrada a função de comando de voz para o jogo de futebol.
Pelo vídeo é possível notar que os comandos de voz prometem funcionar bem em FIFA 13. Segundo a EA Sports, a ideia é fazer com que o jogador administre seu time sem a necessidade de pausar o jogo. É possível, por exemplo, substituir jogadores em campo ou mudar táticas e formações do time apenas com a voz, sem parar a partida em nenhum momento.

Outra função interessante está ligada ao modo profissional, onde o jogador comanda as ações da equipe somente com a voz. É possível falar “chute para o gol” e o jogador que estiver com a bola vai chutar no mesmo instante.

A função mais impressionante talvez seja a de reações. Como em todo jogo de futebol, o jogador pode elogiar seu time ou xingar com os piores nomes. Se você xingar sua equipe quando ela perde um chute a gol, os jogadores em campo vão poder ouvir e reclamar diretamente com você (o treinador, neste caso). Os comentaristas virtuais também tecerão palavras a respeito de sua performance no comando do time e sobre as suas reações.

A EA informa que o comando de voz do Kinect para FIFA 13 vai reconhecer uma série de idiomas, mas não revelou quais. O jogo vai ser lançado oficialmente no Brasil, mas a produtora não confirmou se ele vai ser compatível com o português brasileiro. O jogo será lançado em setembro e a  função de comando de voz é exclusiva do Xbox 360.

Fonte: http://www.techtudo.com.br

sdasd

Os concorrentes estão distantes de lançar algo que se aproxime do Microsoft Kinect. O que não quer dizer — em absoluto — que os engenheiros por trás do projeto não estejam trabalhando em melhorias para o acessório. Reza a lenda que a segunda geração do Kinect terá melhorias impressionantes, inclusive com reconhecimento das emoções do jogador a partir de dicas corporais.
Atualmente, o Kinect utiliza conector USB 2 para enviar dados até o Xbox 360. Esse tipo de cabo não permite transmitir muitos dados como a MS gostaria, mas a futura – e possível – adoção do padrão USB 3 permitiria novos recursos de encher os olhos do público gamer.Entre as novidades que, segundo rumores, chegam ao Kinect no futuro está o reconhecimento de timbre e de volume da voz do jogador. Além disso, os sensores de vídeo serão capazes de fazer leitura facial, para quando você quiser dar um comando de voz sem que o seu amigo fique sabendo o que você disse.
Todas as novidades por enquanto frequentam o campo da especulação, pois nenhuma delas foi confirmada pela Microsoft, mas os sites que as obtiveram dizem que a fonte são pessoas familiarizadas com o assunto.
Combinando todos os sensores e a sensibilidade melhorada do futuro Kinect geração 2, é altamente provável que o dispositivo consiga determinar se o gamer ficou feliz ou triste depois de uma jogatina básica de Gears of War.

techtudo.com.br

Na sua tentativa de fazer com que o Kinect seja utilizado em outras áreas que não estejam relacionados com os games, a Microsoft aproveitou o aniversário de um ano do lançamento do acessório, para diculgar a chegada da versão final do software que permitirá que ele seja utilizado no PC: início de 2012.

Além disso, a empresa disponibilizou o segundo beta do kit de ferramentas do Kinect para que ele possa ser utilizado em computadores com Windows e lançou o site oficial do produto, onde várias informações poderão ser obtidas. “Atualmente, temos mais de 200 companhias participando do nosso programa piloto,” afirmou Craig Eisler, gerente geral do Kinect paraWindows, que continuou, “eles estão nos dizendo como o Kinect para Windows lhes ajudará a transformar seus produtos, seus processos, suas marcas e seus negócios.”

Para Eisler, “colocar o poder do Kinect + Windows nas mãos de líderes de negócios e visionários técnicos lhes dará as ferramentas que precisam para desenvolver novas soluções para tudo, de treinamento de funcionários a visualização de dados, da configuração de carros ao gerenciamento da linha de montagem.”

Um dos fatores que podem ajudar muito a Microsoft a levar o Kinect para dentro de empresas, está no seu baixo valor, já que sistemas parecidos com ele antigamente custavam algumas dezenas de milhares de dólares. E devido a produção em massa, o detector de movimentos pode ser adquirido por US$ 150.

http://www.techtudo.com.br


http://www.techtudo.com.br


Após o vazamento do Milestone 1 do Windows 8, diversas especulações começaram a surgir a respeito do funcionamento do novo sistema. O que surpreende agora é a informação de que alguns hackers teriam encontrado uma API destinada exclusivamente a suportar o reconhecimento facial pelo Windows.
Com isso, o antigo sistema de login poderia ser substituído apenas pela autenticação automática. Ou seja, ao se aproximar de seu computador, não seria mais necessário digitar seu nome de usuário e senha, já que o próprio Windows saberá diferenciar cada usuário previamente cadastrado.
Apesar de serem apenas rumores, não há motivos para acreditar que o reconhecimento facial não esteja entre os planos da gigante dos softwares, já que ele já pode ser visto em pleno funcionamento dentro do Kinect.

Fonte: http://www.tecmundo.com.br/

A Microsoft continua agregando valores e predicados ao Kinect. Já sabemos que o periférico de captação de movimentos do Xbox 360 possui recursos que vão muito além de motivar o seu entretenimento em jogos como Dance Central e Kinect Adventures. Ele pode controlar a sua TV, o seu computador, alguns eletrodomésticos e, agora, pode ter uma interessante aplicação para aqueles que possuem limitações motoras, com uma cadeira de rodas controlada pelo Kinect.

Durante a conferência MIX 11, a Microsoft apresentou algumas possibilidades que a versão beta do novo SDK (kit de desenvolvimento) do Kinect para Windows pode oferecer. E uma dessas possibilidades é justamente essa cadeira, que é controlada basicamente com os movimentos das mãos, incluindo controles para deslocamento e até mesmo para reclinar a cadeira (ou, no caso que estamos vendo, uma poltrona).

Suas rodas possuem um controle omnidirecional, também pelo simples controle das mãos, oferecendo uma liberdade de movimentos maior do que uma cadeira convencional. Na prática, o conceito beneficia idosos que já não se locomovem por conta própria e paraplégicos, dispensando que uma pessoa empurre a cadeira, ou que você use a força dos braços para impulsioná-la.

Entre as novidades desse novo beta do SDK do Kinect, o sistema conta com um melhor rastreamento do esqueleto, para uma identificação mais fácil de dois jogadores diante do periférico, uma maior capacidade de captação de áudio, com uma matriz de microfone de quatro elementos com ruído acústico e cancelamento de eco par áudio aprimorado, e câmera XYZ, para um melhor cálculo da distância entre o jogador e a câmera.

Bom, nem precisa dizer que a Microsoft não pretende lançar a cadeira controlada pelo Kinect, mas eles vão liberar o código fonte do conceito para que desenvolvedores ao redor do mundo possam melhorar a ideia e, quem sabe, no futuro, tornar a cadeira um produto comercial.
Fonte: CrunchGear http://www.techtudo.com.br

 

Engenheiro João Luiz Bernardes Júnior, da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP), desenvolveu um sistema de reconhecimento de gestos que funciona de forma parecida com o Xbox Kinect, da Microsoft.

O trabalho virou tese de doutorado, defendida no Departamento de Engenharia de Computação e Sistemas Digitais (PCS) da Poli-USP.

O sistema criado por Bernardes usa uma webcam comum para captar os gestos do usuário. Um programa, que roda no computador, decodifica os gestos. Segundo o pesquisador, o sistema pode incorporar um grande repertório de gestos, que podem chegar a dezenas de milhares. “Claro que a pessoa que estiver usando o programa não vai precisar aprender todos esses gestos, deve usar no máximo 10 ou 20 de cada vez”, diz ele.

Bernardes prevê que o sistema poderá, inicialmente, ser usado em ensino e em entretenimento, como acontece com o Kinect. Mas ele não acredita que esse tipo de interface vá tornar obsoletos os tradicionais teclado e mouse. “Para muitas atividades, os modos tradicionais de operar o computador continuam sendo a melhor opção”, diz. Agora que a tese de doutorado foi aprovada, Bernardes trabalha no aperfeiçoamento do sistema.

Fonte: Info

Dentre as dezenas de hacks criados para o Kinect, você vai encontrar robôs, detectores de movimento, criadores de imagens 3D e até certas modificações com usos mais nobres, como um que ajuda pessoas com problemas de visão a caminharem. Mas o sensor criado para o console da Microsoft nunca havia entrado tanto na área médica quanto agora, com um novo hack criado por engenheiros canadenses. Ele está sendo usado em salas de cirurgia.

Numa operação para remover câncer, por exemplo, um cirurgião precisa sair da sala para analisar mais de perto certas imagens de raio-x ou CT scans tiradas do paciente e ao voltar, ele gasta bastante tempo se esterilizando para evitar contaminações. Os engenheiros Matt Strickland, Jamie Tremaine e Greg Brigley da Universidade de Toronto então sugeriram o uso do Kinect como uma forma de manipular imagens sem que o cirurgião precise sair da sala ou tocar em objetos, diminuindo o tempo da operação.
Eles então trabalharam em conjunto com uma equipe do hospital Sunnybrook, liderada pelo oncologista Calvin Law, para descobrir quais os melhores gestos que ajudariam um cirurgião a dar zoom ou manipular imagens com o Kinect, e criaram um hack específico com esse fim. É algo consideravelmente simples, mas que levou bastante tempo para ser desenvolvido e testado por que envolveria incluir um sensor junto do paciente e do médico na sala de cirurgia.
Segundo os médicos, o Kinect já foi usado com sucesso em outras 6 cirurgias. Eles planejam agora expandir seu uso para outras áreas do hospital.

Fonte: http://tecnoblog.net