Posts com Tag ‘iphone’

http://www.techtudo.com.br

Anúncios

http://www.techtudo.com.br

http://www.tecmundo.com.br/

As patentes da Apple não significam exatamente que suas invenções serão colocadas em prática logo, mas servem para nos dar uma ideia do que pode vir por aí.

Uma das mais recentes é de um projetor integrado no próprio aparelho, que possibilitaria gestos direto nas imagens projetadas.

A tecnologia que permitiria isso seria uma câmera ao lado do projetor, que reconheceria movimentos feitos diante a imagem. Isso permitiria que, em uma imagem projetada na parede com o iPhone, fosse possível deslizá-la com a mão, como se a parede fosse também multitoque.

Também poderia haver interação entre duas imagens projetadas.

No inicio do mês, a Apple garantiu o dominio applepico.com.

O nome, a princípio, é bem bizarro, mas pode ter relação com a patente acima. Pico, coincidência ou não, é a denominação para mini-projetores portáteis que projetam imagens em superfícies a curta distância.

Inclusive muita gente acredita que este tipo de tecnologia terá seu espaço no futuro. Confira um conceito feito pela Mozilla Labs sobre isso:

http://blogdoiphone.com

Nesta segunda-feira, 16 de maio, aconteceu o último lançamento do ônibus espacial Endeavour ao espaço. A NASA documentou todo o procedimento com fotografias oficiais e centenas de fotógrafos cobriram o evento, mas uma mulher de 33 anos sem ligação alguma com a agência foi quem fez as fotos que estão circulando a rede e que já se tornaram símbolo deste lançamento.

Stefanie Gordon estava dormindo na sua poltrona do avião em um vôo comercial que ia de New York para Palm Beach quando foi acordada por um anúncio do piloto de que havia algo impressionante acontecendo do lado de fora da aeronave. Ao ver a cena, a mulher pegou seu iPhone, fotografou e filmou (veja o vídeo aqui) o último lançamento da Endeavour.

Assim que o avião pousou, ela fez o upload das fotos, e um vídeo, para a sua conta do Twitter. O que ela não imaginava, porém, aconteceu e a NASA retuitou a sua imagem, tornando Stefanie a nova celebridade instantânea da internet.

A moça já deu entrevista para os principais meios de comunicação dos EUA, ganhou milhares de followers e está buscando aproveitar o que uma simples foto com seu iPhone trouxe. Isso é uma prova de que, na realidade, o melhor equipamento fotográfico é aquele que está com você sempre.

http://www.tecmundo.com.br/

5

O FBI, equivalente a Polícia Federal nos Estados Unidos, já tinha informações sobre a falha de privacidade em iPads e iPhones com versão 4.0 ou superior do iOS.

Um comunicado da polícia americana admite que o departamento já tinha ciência de que iPhones e iPads possuem um arquivo oculto em sua memória flash com os registros de localização dos usuários.

Para o FBI, este recurso não é especialmente vantajoso, já que sempre pode rastrear a localização de celulares e dispositivos que acessam à web acessando dados das empresas de telefonia. Para isso, no entanto, é necessário antes pedir autorização judicial.

No caso da falha de segurança de iPhones e iPads, não é preciso obter o OK da Justiça, mas sim ter o gadget do suspeito em mãos para colher esses dados. Esta semana, pesquisadores revelaram que também alguns modelos do Android cometem a mesma falha de privacidade.

Em breve nota, a Apple afirmou que usuários que não desejem armazenar em seu gadget um histórico dos locais por onde passou, têm a opção de encriptar seus dados.

Fonte: http://info.abril.com.br

A equipe do site Geekaphone criou um infográfico que mostra se o iPhone, um dos smartphones mais populares do mundo, é sustentável ou não. A pesquisa leva em conta todo o processo de produção do aparelho, desde sua fabricação até o momento em que o usuário joga o celular fora.

Pelo resultado, é possível ver que o iPhone não é nem dos celulares mais limpos nem dos mais agressivos disponíveis no mercado. Um dos fatos que mais contou pontos positivos para o iPhone foi o programa de reciclagem gratuito que a Apple disponibiliza para seus usuários e dos carregadores do aparelho, que ultrapassam os padrões mundiais de eficiência energética.

Por outro lado, o aparelho foi criticado pela poluição que gera durante sua fabricação. De acordo com a pesquisa, 2,35 billhões de quilos de gás carbônico (CO²) foram liberados na atmosfera pela produção e uso do iPhone apenas em 2010. Além disso, menos de 10% dos dispositivos são reciclados após o uso. Outro ponto de preocupação foi o fato de que versões originais do iPhone continham substâncias químicas tóxicas, como o PVC e Bromo.

Veja o infográfico abaixo:

Fonte: http://olhardigital.uol.com.br

Como o iPhone está firmemente estabelecido como um dos líderes do mercado de smartphones e com milhares de aplicativos para download, não demorou muito para vários fabricantes de brinquedos tirarem proveito das capacidades do dispositivo. E dessa vez quem está procurando o sucesso com usuários do iPhone é uma empresa de brinquedos inovadores chamada Wow Stuff. Ela anunciou uma nova série de carros de controle remoto, e o primeiro carrinho da série se chama iKon RC que é compatível com o iPhone/iPod touch, e de quebra ainda tem o selo oficial de aprovação da Apple.

1

O primeiro carro da série iKon se chama “The Buggy”, e ele vem com um controle bem diferente dos tradicionais que encaixa na porta de entrada do iPod touch ou iPhone. A partir do momento que você executa o aplicativo no seu aparelho, ele transforma o iPhone em um controle remoto, e o aplicativo usa a tecnologia de infravermelhos para controlar o carro.
“Estamos encantados por termos ganho a licença da Apple para fazer o The Buggy, e ele é o primeiro de uma série de brinquedos que terão um belo design. Os próximos modelos devem chegar nas prateleiras em breve.” disse Kevin McAndrew, diretor global de desenvolvimento de novos produtos na Wow Stuff. Além disso, a empresa também informou que eles pretendem fazer versões para outros smartphones, provavelmente para usuários do Android.

Por se tratar de um produto licenciado pela Apple, é óbvio que a linha de carros iKon vai ser bastante atraente para uma ampla faixa etária de usuários. Isso talvez seja só o começo de uma revolução de produtos de entretenimento que poderão ser controlados dessa forma.
Clique aqui para acessar a página da Wow Stuff que está vendendo o iKon. Ele ainda não está disponível, e a empresa não deu uma palavra sobre a data de lançamento, mas você pode se inscrever para ser avisado quando ele estiver sendo vendido.

Fonte: techtudo.com.br

12

Poder controlar um pequeno modelo de helicóptero por meio do iPad ou do iPhone pode parecer algo impossível, mas é exatamente a proposta do AR.Drone, um aeromodelo que consegue unir brinquedo, videogame e tecnologia. Apresentado no Brasil pela primeira vez na 28ª edição da feira brasileira de brinquedos ABRIN, que começou na quarta-feira (13) na cidade de São Paulo, o aparelho deve chegar ao país em meados de maio por R$ 1.680.
“Estamos em negociação com lojas para trazer o AR.Drone ao país, dando suporte para os clientes com peças de reposição e assistência técnica”, conta Adriano Buzaid, diretor da GoHobby, que comercializa o aparelho, chamado de quadricóptero, no Brasil. “Ele deve ser vendido em lojas de brinquedos, departamento, hobby, modelismo e nos principais sites de vendas da internet”.
Fabricado pela companhia francesa Parrot, o grande destaque do aparelho em comparação a outros aeromodelos é a simplicidade de controle. Ao instalar o aplicativo gratuito no iPhone, iPod touch ou iPad (disponível na iTunes Store) e configurar os dispositivos com AR.Drone (ele utiliza conexão Wi-Fi), o usuário consegue controlar o helicóptero com simples toques na tela. Por meio de uma câmera frontal e outra na parte inferior, é possível enxergar o caminho que o aparelho realiza diretamente na tela do celular ou tablet.

Por possuir quatro hélices, o AR.Drone consegue voar no mesmo lugar, o que ajuda os menos experientes com aeromodelos a controlá-lo. Sensores espalhados pelo aparelho permitem estabilizá-lo. Na tela do iPhone aparecem dois direcionais virtuais: um para controlar a altura e fazer o helicóptero girar e outro para fazê-lo ir para frente, para trás e para os lados. É possível usar o acelerômetro do dispositivo para levar o aparelho para todos os lados apenas inclinando-o para a direção desejada.
Para os novatos, o aplicativo de controle permite realizar pequenos ajustes que fazem com que o AR.Drone ande mais lentamente, evitando acidentes. Ele possui um sistema de piloto automático que, quando o usuário solta a mão do iPhone ou do iPad, ele para e fica planando no ar. Há um botão de emergência que, ao ser pressionado, desliga o helicóptero.

O material usado em sua construção é leve e, de acordo com a GoHobby, impede que as pessoas se machuquem ao colocar dedos acidentalmente nas hélices. Ele pesa 380 gramas sem casco e 420 gramas com o casco. A estrutura principal é à base de tubos de fibra de carbono e de plástico reforçado de fibra PA66. Os cascos foram injetados com EPP (Propileno Expandido). Ele funciona com bateria recarregável que dura, em média, 12 minutos de uso.
A fabricante afirma que o alcance do AR.Drone é de 50m, mas Buzaid explica que, em locais abertos, sem muitas redes Wi-Fi, a distância pode chegar a quase 100m. Uma carcaça sem proteção lateral acompanha o pacote, permitindo voar com maior velocidade em espaços abertos.
Como o programa para controlar o AR.Drone é de código aberto, existem outras versões com alguns diferenciais. Algumas permitem filmar e fotografar o que as câmeras do aparelho captam, outros até mesmo realizar piruetas com um toque de botão, e há também uma versão para celulares com Android.

Videogame real
Um aplicativo lançado pela Parrot permite que dois jogadores, ou melhor, dois usuário do AR.Drone possam se desafiar em uma guerra virtual. Ele utiliza Realidade Aumentada para que, em conjunto com as câmeras do helicóptero e com a tela do iPhone, criem um combate com tiros e mísseis.
Uma mira similar a de um caça aparece na tela e um jogador deve caçar o outro. Quando ela fica vermelha ao encontrar o adversário, basta sacudir o iPhone para lançar um míssil” que aparece apenas na tela do iPhone. O AR.Drone “atingido” sofre o impacto na brincadeira, e sacode. Há uma barra de energia que, quando termina, desliga o aparelho do perdedor


youtube.com

fonte: http://g1.globo.com