Engenharia Elétrica

O Bacharel em Engenharia Elétrica ou Engenheiro Eletricista atua, de forma generalista, no desenvolvimento e integração de sistemas de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica. Em sua atividade, otimiza, projeta, instala, mantém e opera sistemas, instalações, equipamentos e dispositivos eletroeletrônicos. Projeta sistemas de medição e de instrumentação eletroeletrônica, de acionamentos de máquinas; sistemas de iluminação, de proteção contra descargas atmosféricas e de aterramento. Especifica máquinas, equipamentos, materiais, componentes e dispositivos eletromecânicos e eletromagnéticos. Elabora projetos e estudos de eficiência energética e de fontes de energia renovável. Coordena e supervisiona equipes de trabalho; realiza pesquisa científica e tecnológica e estudos de viabilidade técnico-econômica; executa e fiscaliza obras e serviços técnicos; efetua vistorias, perícias e avaliações, emitindo laudos e pareceres. Em sua atuação, considera a ética, a segurança e os impactos sócio-ambientais. 
Fonte: https://www.instagram.com/p/BpriRatDyXS/

Brasileiro desenvolve sistema que funciona de forma parecida com o Xbox Kinect

 

Engenheiro João Luiz Bernardes Júnior, da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP), desenvolveu um sistema de reconhecimento de gestos que funciona de forma parecida com o Xbox Kinect, da Microsoft.

O trabalho virou tese de doutorado, defendida no Departamento de Engenharia de Computação e Sistemas Digitais (PCS) da Poli-USP.

O sistema criado por Bernardes usa uma webcam comum para captar os gestos do usuário. Um programa, que roda no computador, decodifica os gestos. Segundo o pesquisador, o sistema pode incorporar um grande repertório de gestos, que podem chegar a dezenas de milhares. “Claro que a pessoa que estiver usando o programa não vai precisar aprender todos esses gestos, deve usar no máximo 10 ou 20 de cada vez”, diz ele.

Bernardes prevê que o sistema poderá, inicialmente, ser usado em ensino e em entretenimento, como acontece com o Kinect. Mas ele não acredita que esse tipo de interface vá tornar obsoletos os tradicionais teclado e mouse. “Para muitas atividades, os modos tradicionais de operar o computador continuam sendo a melhor opção”, diz. Agora que a tese de doutorado foi aprovada, Bernardes trabalha no aperfeiçoamento do sistema.

Fonte: Info