Twitter Com o Poder da Mente…

Publicado: 26/04/2011 por Eluan em Notícias
Tags:, , ,
Talvez não dê certo se teu cérebro for assim…

Uma empresa austríaca desenvolveu uma tecnologia que pode revolucionar a vida de pessoas com sérias limitações de movimentos. Trata-se de um sistema que permite a comunicação via Skype ou Twitter usando apenas… os olhos! A incrível tecnologia chamaa-se intendiX, e foi criada pela Guger Technologies. Trata-se de um gorro forrado de eletrodos (sensores), um pequeno amplificador de ondas cerebrais e um aplicativo do Windows que analisa e decodifica as ondas cerebrais. O amplificador pode ser ligado ao PC via Bluetooth, para que o usuário não precise ficar ao lado do micro para escrever. As mensagens são inseridas olhando para um teclado virtual, que exibe as teclas em colunas (melhor ver o vídeo abaixo). O software pisca cada uma das colunas até que o cérebro reaja de forma que mostre que naquela coluna está a letra desejada. Em seguida, ele pisca cada uma das letras daquela coluna até detectar a palavra correta. Os sistemas tradicionais de monitoramento ondas cerebrais (EEG) exigem horas de treinamento para “aprender”, além de vários outros aspectos técnicos. “Já o intendiX, por exemplo, pode reunir os dados necessários com cinco ou dez minutos de uso”, disse o engenheiro Markus Bruckner, da empresa, ao IDG News Service (mais conhecido como a firma). “No início, leva cerca de 40 segundos por caractere, mas no laboratório já chegamos a 0,9 segundo”, disse. O intendiX também pretende ser um mecanismo para comunicação online. “Já incluímos uma interface dedicada apenas ao Twitter”, disse Bruckner. Controle de objetos A Guger também desenvolveu um sistema para controlar objetos usando as ondas cerebrais (telecinese? Não, tecnologia!). Ela consiste em uma interface com quatro LEDs brancos pulsando em frequências diferentes, que usa a frequência das ondas para determinar para qual LED o usuário está olhando (está no vídeo também). Na demo, a empresa usou a interface como um joystick para dirigir um robô. Armin Schnürer, responsável pela engenharia de software, disse que os LEDs podem ser colocados em diferentes objetos dentro de um quarto, como uma fechadura ou um interruptor de luz, permitindo controlá-los apenas olhando para eles. Hoje, ambos os sistemas utilizam eletrodos ‘molhados’, que captam as ondas cerebrais usando um gel condutor sob a calota craniana, mas a empresa trabalha em uma nova versão usando eletrodos secos, disse Bruckner.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s